16

ago

Virando a página – Pós-operatório, grande lição!

Foi uma longa espera. De verdade.
No início, não percebi que estava ficando doente, mas, aos poucos, com a falta de vontade de fazer qualquer coisa, a memória falhando, as letras se misturando ao saírem da minha boca, percebi que o caso precisava de um pouco mais de atenção. Desde a detecção do problema até a cirurgia, passaram-se mais de sete meses. Muito tempo perdido!
E é por isso que não quero perder mais um minuto sequer agora. Estou curada, e quero viver cada momento com a maior intensidade que puder. Sou tão grata por tudo ter dado certo, por ter meu amor o tempo todo ao meu lado, pelo carinho da minha família e amigos. Impossível imaginar passar por isto sem eles.
Talvez realmente sejam esses momentos que nos façam perceber quão insignificante são nossas reclamações, nossas “tempestades em copo d´água”. Por vezes, ficamos remoendo alguma situação ruim, até transformá-la em um sentimento tão amargo que nos acompanhará durante dias, meses. E por quê? Não ganhamos absolutamente nada com isso.

pós-operatório

Por isso, estou reaprendendo a viver. Sempre fui uma pessoa positiva, mas nos últimos tempos pensamentos infelizes faziam parte da minha rotina. Isso amargava minha vida e a de todos os que me querem bem.
Sinto-me renovada. Todo o medo que tive antes da cirurgia se foi depois dela, e estou pronta pra viver tudo aquilo que ficou pendente no caminho.
Ainda estou no pós-operatório, contando os dias pra voltar ao trabalho, à academia, voltar a cantar, dançar… Mas sinto-me bem. Sinto-me animada por recomeçar. Traçar novos planos e buscar a felicidade, todos os dias.

Beijo grande.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!