11

mar

Protetor Solar Facial

Verão indo embora, o sol já acena um “tchauzinho” no horizonte, e aí tem gente que começa a desapegar do protetor solar, é ou não é?

Pára tudo, guria. Não pooode!

Esse produtinho, da série “tem que usar, forever”, é fundamental pra mantermos nossa pele e nossa saúde sempre ok. Nos últimos anos, décadas, os médicos têm batido insistentemente nessa tecla e o resultado de tantas campanhas de conscientização sobre os efeitos nocivos do excesso de sol à pele ainda não surtiu o efeito desejado.

Aqui, a fotinho da minha coleção! hahaha…

protetor solarSou muito branquinha, e desde sempre uso bloqueador solar para o rosto. Sempre busco o maior fator de proteção possível, e hoje o mercado já está com um bom número de produtos com fatores altos.

O meu preferido (dá pra ver pela foto) é o Minesol Oil Control FPS 70, da RoC.

Essa paixão da minha vida é ideal para pele extremamente sensível ao sol. Não comedogênico, oferece ampla proteção UVA/UVB e ação controle da oleosidade da pele (segundo a marca, partículas absorvem e controlam a oleosidade da pele por pelo menos duas horas após a aplicação). É indicado para peles mistas e oleosas.

Gurias, ele deixa a pele super sequinha, parece um primer, sabe?

É bem grossinho, mas não é difícil de aplicar. Uso logo pela manhã, depois de hidratar o rosto, e reaplico algumas vezes durante o dia. Super recomendo! Ah, claro, a quantidade de tubos aqui em casa é porque gosto de levar um na bolsa, deixar um no quarto, um no banheiro e um no escritório, e também por causa do sócio! hahaha… Meu marido também aprendeu que precisa proteger a pele do rosto (outro branquelo). Juro que não obriguei! hahaha… E o preferido dele, que tem a pele super oleosa, também é o Minesol Oil Control.
Na coleção, tem também o Minesol Actif Unify FPS 80, da RoC, que tem toque seco, sem fragrância e é indicado para todos os tipos de pele. Assim como o coleguinha acima, protege contra as queimaduras do sol e do envelhecimento prematuro, como rugas e sardas causadas pela exposição solar. Também não comedogênico, ou seja, cobre a pele sem obstruir os poros, além de auxiliar na uniformização da tonalidade (dúvidas em relação a isso).
Esse é a minha segunda alternativa. Quando a pele amanhece muito seca, não dá pra passar o Oil Control, e aí o Actif Unify entra em cena. Muito bom também, não deixa a pele gordurosa, mas não chega a matificar como o anterior.
Agora é a vez do Photoprot FPS 100. Esse, gurias, causa uma meleca geral na minha pele! rs… Sinto como se tivesse passado manteiga no rosto. Acho que esse é só pra quem tem a pele muuuito seca, que não é o meu caso.
Comprei pra experimentar, por causa do alto fator, e porque tem versão com cor também (mas não é o caso desse), e não aprovei. Agora, uso ele assim, quando não vou a lugar nenhum! hahaha… Tipo, vou correr até o supermercado e voltar pra casa. Aí, uso e passo um pó por cima, pra disfarçar a oleosidade.
E, finalmente, o Protetor Solar Loréal Solar Expertise BB Cream FPS 30. Que vontade de chorar!!! Buááá… Eu entendi que a tal da cor do bichinho se adaptaria a qualquer tom de pele. Só que não é bem assim que funciona. E eu estou com um protetor solar que não serve pra minha pele. Fico parecendo um tijolinho com ele! rs… Agora, tô só esperando uma ida ao RS pra dar de presente para minha irmã, que tem um bronze lindo e com certeza vai poder aproveitar.
E vocês, qual a marca preferida para o protetor solar? Continuam usando protetor mesmo quando não tem sol? Conta aí?
Beijos.

 

0 Comentários

Deixe o seu comentário!